Empreender no Brasil não é fácil por questões já conhecidas, como:

– Excesso de burocracia;
– Alta carga tributária;
– Falta de incentivo do Governo.

Além de superar todas essas dificuldades, é preciso ainda que a empresa tenha lucro, com uma boa saúde financeira.

Além de aumentar os ganhos, outra forma eficiente de gerar mais lucro é reduzir os custos. Vamos mostrar mais abaixo alguns truques incríveis de como conseguir isso. É importante ressaltar que custos e despesas têm conceitos diferentes, apesar de fazerem parte dos gastos da empresa.

Em uma definição simples, custos são os gastos mais específicos relacionados diretamente com a atividade do negócio, como:

– Maquinário;
– Matéria-prima;
– Compra de mercadorias para revenda;
Salários dos funcionários.

Já as despesas, são gastos mais gerais, necessários para manter a empresa funcionando, como:

– Telefone;
– Internet;
– Aluguel.

Conheça seus custos e despesas

Antes de começar a reduzir os custos é preciso saber detalhadamente onde e com o que a sua empresa gasta. Os registros ajudam a entender como o dinheiro está sendo utilizado e em quais áreas pode haver uma redução.

A análise desses dados permite ao empreendedor definir um planejamento, detectar possíveis desperdícios e conferir quais setores estão consumindo mais.

Nas micro e pequenas empresas, a redução de custos torna-se ainda mais importante, pois os recursos têm menos margem e devem ser empregados para o que realmente vai agregar valor ao negócio.

Avalie e negocie com fornecedores para reduzir os custos

A relação com os fornecedores deve ser saudável para os dois lados. Não é porque a sua empresa trabalha com um fornecedor durante anos, que deve continuar se ele não estiver oferecendo as melhores condições. Negocie melhores:

– Preços;
– Prazos;
– Formas de pagamento;
– Valores de frete;
– Bonificações;
– Parcerias.

Monitore também com frequência os concorrentes, pois esse é mais um trunfo para poder negociar com os fornecedores.

Telefone e internet

Esses custos são imprescindíveis para qualquer empresa, mas ainda é possível reduzir os gastos com essas ferramentas. As companhias de telefone e internet também são fornecedores de serviços para a sua empresa, por isso utilize a mesma regra citada acima, negocie e fique de olho na concorrência.

Avalie se você gasta mais com serviço de dados ou voz e procure um plano que melhor se encaixe às necessidades. Os planos corporativos, atrelados ao CNPJ, costumam ser mais vantajosos e econômicos.

Invista no digital para reduzir os custos

As empresas investem cada vez mais em ferramentais digitais que facilitam o trabalho e otimizam o tempo. Hoje em dia, existem softwares que gerenciam todos os processos do negócio de maneira integrada, desde o Ponto de Venda (PDV) até o RH.

O uso da tecnologia aumenta a eficiência dos processos, antes lentos e propícios a erros, e proporciona maior economia com a redução do quadro de funcionários.

Esses programas também eliminam a necessidade de arquivos físicos confusos e complexos, pois os dados ficam no ambiente digital, armazenados de maneira mais fácil, segura e organizada.

O uso de arquivos e certificados digitais diminui consideravelmente a impressão de papel, trazendo mais economia, até mesmo de energia elétrica.

Lembre-se que reduzir custos não é o mesmo do que cortar gastos. Como você pôde ver, a redução é resultado de um planejamento inteligente sem danos ao funcionamento da empresa.

Para saber mais dicas de como otimizar o seu negócio, entre em contato conosco preenchendo o formulário abaixo.